Entenda porque essa reforma é uma furada!

Assim como aconteceu em episódios recentes da história, não há debate suficiente nos veículos de comunicação e a propaganda do governo uso argumentos não verdadeiros para justificar a proposta de reforma da previdência. Michel Temer inclusive chegou a ser proibido de veicular propaganda pagas na televisão e no rádio por causa desses argumentos.

Um deles é sobre o rombo da previdência. Será que existe mesmo?

De acordo com a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP), a justificativa de que há um grande déficit na Previdência é mentirosa porque ela faz parte da Seguridade Social, que inclui o tripé previdência, saúde e assistência social que possuem diferentes fontes de financiamento, como contribuições sobre a folha de pagamentos, sobre o lucro das empresas, das importações e até dos concursos promovidos pelas loterias da Caixa Econômica Federal.

O que o governo não mostra é que há várias empresas que estão devendo à Previdência e que isso sim faz diferença na conta total dos recursos.

Mas quais são os principais pontos da reforma da previdência?
São muitos. Nós listamos os 10 principais para você entender melhor.

  1. Fixa em 65 anos a idade mínima para aposentadoria para homens e mulheres. O que aumenta a desigualdade porque as mulheres têm jornada dupla, tendo que cuidar da casa, dos filhos, entre outras tarefas diferenciais.
  2. Aumenta o tempo de contribuição de 15 para 25 anos e exige 49 anos de contribuição para acesso à aposentadoria integral.
  3. Acaba com as aposentadorias especiais, que é concedida aos trabalhadores que atuam em atividades prejudiciais à saúde e a aposentadoria dos professores que também é considerada especial.
  4. Cria um pedágio para homens com mais de 50 anos e mulheres com mais de 45 anos que terão acréscimo de 50% no tempo até se aposentar.
  5. Reduz o valor das pensões e benefícios do INSS em até metade do que é hoje.
  6. Acaba com o Benefício de Prestação Continuada (BPC) que é pago às pessoas idosas, com deficiência de famílias pobres.
  7. Se a reforma for aprovada, os jovens terão que começar a trabalhar com 16 anos e contribuir sem interrupções por 49 anos para poder se aposentar com 65 anos.
  8. Aumenta o tempo de contribuição para os trabalhadores rurais que terão que recolher a contribuição individual por 25 anos (atualmente é de 15 anos) e também eleva a idade para 65 anos.
  9. Em um cenário de crise econômica e acentuado desemprego, mudar as regras da Previdência aumentará a crise.
  10. Com essas mudanças, o presidente Michel Temer quer que o povo brasileiro trabalhe até morrer, porque na maioria das cidades brasileiras – principalmente nas periferias – a expectativa de vida da população brasileira é de 58 anos.

Faça a sua parte. Encaminhe seu pedido para os deputados e exija que votem para proteger nossos direitos!

Use o botão abaixo para enviar uma mensagem para todos os parlamentares a favor da Reforma da Previdência.

Enviar Mensagem

Use o botão abaixo para enviar uma mensagem para todos os parlamentares Indecisos.

Enviar Mensagem

Use o botão abaixo para enviar uma mensagem para todos os parlamentares contra a Reforma da Previdência.

Enviar Mensagem